Em entrevista, Buddy Nielsen (Senses Fail) fala sobre vícios, orientação sexual e depressão!


Buddy Nielsen, vocalista do Senses Fail, participou essa semana do podcast 100 Words Or Less, onde abriu um pouco sobre sua intimidade.

O vocalista falou abertamente sobre seu vício em drogas, depressão e sua sexualidade, algo que o assombrou durante alguns anos de sua vida.

"Por mais de 9 anos eu sofri em um ciclo de vergonha sobre a minha sexualidade, abuso de substâncias, vício sexual, ansiedade, depressão, tristeza e auto-aversão. Eu caí em um poço de desespero que trouxe uma série de prejuízos para mim e para as pessoas ao meu redor. durante a maior parte dela eu me mantive certo e convincente sobre a confusão da minha vida, que por sua vez causou ainda mais dor. Eu fiz um monte de coisas que eram muito perigosas e me colocaram em situações de risco durante  anos. Hoje eu tenho sido capaz de encontrar um nível de paz que eu não sabia que existia [...]

"Eu acredito que muito do que me levou a alguns desses vícios e comportamentos era uma desconfiança e medo da minha orientação sexual. Eu não me identificava como hetero ou gay ou bi e isso meu deixou muito isolado e com vergonha. De muitas maneiras eu senti que a minha sexualidade estava errada, perturbada e precisava ser isolada. Eu sinto que se eu tivesse sido mais confortável com quem estava lá dentro, eu poderia ter evitado muito sofrimento. Muito do meu vício sexual foi impulsionado pela necessidade o qual precisava experimentar sexualmente, mas isso sempre me trazia vergonha e culpa me deixando preso em um comportamento auto-destrutivo, me levando a níveis mais profundos de auto-ódio ".

"Eu quero me abrir sobre isso para que outras pessoas saibam, existem pessoas como eles. Eu sei que existem pessoas lá fora,  lutando com sua orientação sexual, identidade sexual ou de gênero, sabem em seus corações que acabarão sendo rotulados, mas não importa, o que importa é que nós devemos cultivar um mundo onde as pessoas podem se sentir seguro para serem eles mesmos. a nossa sexualidade humana não se limita aos extremos de dois pólos, dois gêneros ou um mesmo um meio-termo, os gamas de nossas emoções que se conectam são muito maiores do que isso e a caixa que estamos tentando criar para as pessoas é muito pequena e limitada. Há muitos de nós que não querem está lá e acabam criando uma quantidade insuportável de dor e muitas vezes isso leva ao suicídio ".

O Podcast completo pode ser ouvido na página oficial do Buddy Nielsen.

Share on Google Plus

About DieGoh Mendes

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.